Sobre Nós

Ponto de Amor

Um projeto que pulsa no coração

Sobre

Como transformamos a realidade sócio cultural de nossa comunidade

No final de 2019, Erbert Fernando da Silva, inicia um levantamento de todas as famílias carentes do norte da ilha de Florianópolis, e dos moradores de rua do bairro Ingleses, onde mora com sua esposa e filho. Em março de 2020, em meio a notícia do novo coronavírus, ele começa a colocar em prática o projeto que pulsa em seu coração, e o trabalho começa.

 

No dia 22 de março de 2020, o projeto ganha um nome: Instituto Humanitário Ponto de Amor

 

Na casa de uma vizinha, se reúnem para a produção de marmitas, oferecidas inicialmente a moradores de rua. E percebem que além dos desabrigados, famílias carentes também vem garantir sua refeição, levando a quantidade de alimentos para a família inteira.

 

Com o crescimento da demanda, mudam-se para a igreja sagrado Coração de Jesus, com a intercessão do padre Vilson Groh e a permissão do padre José Torquatto, para montarem uma cozinha nas dependências da igreja. Lá chegam a entregar 1.350 pessoas por dia, sendo que a maioria levava mais de uma marmita

As histórias são comoventes: senhores desabrigados por perder o emprego, famílias inteiras em situação de vulnerabilidade agravadas pela pandemia. O projeto começa a entregar cestas básicas aos cadastrados, chegando a 1.804 cestas por mês.

O projeto muda-se novamente, agora para um restaurante emprestado, com estrutura para atender melhor toda a comunidade carente, no restaurante Porteira Gaucha.

 

Doações de marmitas, verduras, frutas, carnes, cestas básicas, e roupas começam a chegar, de doadores comovidos com o trabalho voluntário.

 

O inverno chega, e providenciam no campo do Vila Futebol Clube, no bairro Ingleses, um abrigo provisório para os moradores de rua, oferecendo café da manhã, almoço e jantar.

 

Além do banho diário para todos, roupas limpas, cobertas quentinhas e camas adaptadas em colchões.

Mas apenas matar a fome, dar o abrigo provisório no frio, a roupa limpa, o corte de cabelo, e o banho ainda não correspondem ao objetivo de reintegrar o vulnerável à sociedade.

Recebendo tanto carinho e atendimento psicológico, parte dos próprios moradores de rua, abrigados no projeto despertam a vontade da mudança de vida. 

Em parceria com o Creta, 17 dependentes químicos já foram internados. Uma parceria com a Pizzaria Top 10, rede Brasil Atacadista e Angeloni Supermercados foi feita para garantir empregos após toda essa reabilitação.

Missão

Proporcionar dignidade como direito de todo ser humano.
Oportunizar às pessoas em situação de vulnerabilidade social ações que garantam:

Alimentação • Banho • Remédios • Tratamento 

médico e odontológico • Educação • Emprego

Moradia • Cultura • Lazer

Visão

Transformar a realidade dos que nos cercam através do amor incondicional. Acreditamos que o amor incondicional significa amor pleno, completo, absoluto, sem impor condições ou limites. Quem ama de forma incondicional não espera nada em troca. Pratica a alteridade e ama por amar.